Fundação Casa Grande


Deixe um comentário

Banda Cabaçal Dos Irmãos Anicetos Festeja a Noite Do dia 20!

A noite deste dia 20 foi animada com a Banda Cabaçal dos irmãos anicetos, que tocaram muita música e conversaram com o público sobre suas experiencias vivenciadas, processos de formação, materiais utilizados e construção dos seus instrumentos.

 Os Irmãos Anicetos é um grupo de descendentes indígena tradicional do nordeste brasileiro, especificamente da região do Cariri, Crato-CE. Desde o século XIX até hoje a sua cultura musical se mantém preservada. Dizem  que o nome Banda Cabaçal vem de um ritual dos índios Kariris, onde tocavam pifanos e queimavam Jurema-preta nas cabaças. Os instrumentos são pífanos feitos de tabocas e tambores. As suas músicas são inspiradas no regionalismo e vivência caririence.


Deixe um comentário

Aula Inaugural De Introdução a Arqueologia Social Inclusiva Dá inicio a Especialização!

A tarde e a manhã de hoje ficaram por conta da aula inaugural com a professora Dra. Conceição Lopes que ministrou a primeira disciplina do curso nomeada de: INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA SOCIAL INCLUSIVA.

Na oportunidade de sua aula Conceição Lopes foi homenageada pelas crianças com uma rosa, que significava a passagem da aula que seria dada pela professora Dra Rosiane Limaverde para ela.

O momento foi de muitas discussões, perguntas e conversas, Conceição Lopes se apropriou de slides e vídeos que abordavam o assunto  da arqueologia.

Conceição Lopes é professora auxiliar na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Licenciada em História, obteve o Diplôme d’Études Approfondies (D.E.A.) na Université de Bourdeaux III. Doutorou-se pela Universidade de Coimbra, no ano de 2000, defendendo a dissertação “A cidade Romana de Beja. Percursos e debates acerca de Pax Iulia”, com a qual obteve o Grau de Doutor, com louvor e distinção, por unanimidade.

1º Mesa: Mesa de abertura do Curso Lato Sensu em Arqueologia Social Inclusiva
Na primeira mesa esteve presente Alemberg Quindins- Diretor Presidente da Fundação Casa Grande, a Prof.ª Dra. PHD Maria da Conceição Lopes – Representando a Universidade de Coimbra, a Prof.ª Dra. Conceição Lage- Representando a Universidade Federal do Piauí-UFPI. Foram relatadas as parcerias da Fundação Casa Grande e das universidade citadas, ressaltando e acolhendo os alunos.
2º Mesa: Conferência de Abertura
Foi dado inicio ao Curso Lato Sensu em Arqueologia Social Inclusiva, e na mesa da conferência de abertura esteve presente a Prof.ª Dra. PHD Maria da Conceição Lopes, o Professor Me. Welington Lage, a Prof.ª Dra. Conceição Lage, o Professor Dr. Marcelo Moura Fé, a Prof.ª Dr. Mônica Virna Pinheiro, o Me. Agnelo Queirós, a Prof.ª Dra. Ana Luísa Lage e a Me. Heloísa Bitú.
Eles responderam a algumas dúvidas do corpo discente e dúvidas sobre o Curso, deram informações essenciais e necessárias sobre a casa e a cidade e falaram sobre as suas respectivas disciplinas, explanando como seriam as suas aulas.
1ª aula: INTRODUÇÃO A ARQUEOLOGIA SOCIAL INCLUSIVA
A Prof.ª Dra. PHD Maria da Conceição Lopes, iniciou a sua disciplina Introdução a Arqueologia Social Inclusiva, ela iniciou falando sobre o que é a arqueologia social inclusiva, para que ela serve e o que interliga a Arqueologia Social Inclusiva, fazendo alguns comentários sobre teses de pesquisadores.


Deixe um comentário

Solenidade de Nomeação do Instituto de Arqueologia do Cariri Dra. Rosiane Limaverde e Inauguração do Apartamento Universitário

 

Nesta manha do dia 20 de maio houve a solenidade de nomeação do Instituto de Arqueologia do Cariri Drª. Rosiane Limaverde. Rosiane Limaverde contribui e vem contribuindo para as diretrizes de pesquisa da ocupação humana na região do Cariri, formada doutora pela Universidade de Coimbra, responsável por pesquisar e humanizar a arqueologia, desenvolvendo um trabalho na sociedade de Arqueologia Social Inclusiva, tema de especialização criada em parceria com a URCA- Universidade Regional do Cariri, UFPI-Universidade Federal do Piauí e Universidade de Coimbra.

Também houve hoje, a inauguração do apartamento de residência universitária, um espaço que é uma parceria da Fundação Casa Grande com a Universidade Federal do Piauí- UFPI e a Universidade de Coimbra, o apartamento irá hospedar universitários que vem para estagiar nos laboratórios da Fundação Casa grande.


Deixe um comentário

Inauguração da Exposição Na Morada

Na noite do dia 19 de maio, o grupo musical “Os cabinha” realizou uma apresentação na abertura da exposição “Na Morada- Arquitetura do Afeto”, na mesa, estavam presentes o Diretor Presidente da Fundação Casa Grande Alemberg Quindins, a gerente do SESC Crato, Elane Lavor, o fotógrafo e jornalista Augusto Pessoa e o fotógrafo Hélio Filho. A exposição Na Morada- Arquitetura do Afeto é composta por fotografias que mostram a arquitetura e os detalhes da morada de Alemberg e Rosiane, casa que retrata a tamanha diversida a riqueza dos detalhes da região do Cariri. A casa do casal já rendeu três revistas para a Cariri Revista, revistas estas que estão expostas na exposição e um episódio para o programa Morar no GNT.

Alemberg falou que a sua casa foi feita para receber a luz, o som e o vento da Chapada do Araripe e ressaltou a importância de amar a casa em que nascemos. Augusto Pessoa e Hélio Filho falaram da alegria que tiveram ao fotografar a casa e ressaltaram a riqueza de detalhes que esta presente naquela casa: a cultura popular, o Cariri e a Chapada do Araripe. Alemberg ressalta também que a arqueologia é a arquitetura do afeto e que em todo canto de sua casa exite afeto.

A exposição Na Morada tem a parceria o Serviço Social do Comércio- SESC e está exposta na Galeria de Arte Luiz Gastão Bittencourt, na Fundação Casa Grande- Memorial do Homem Kariri