Confira o novo clipe da Banda de Lata Os Cabinha!

Anúncios

Museus Orgânicos – Por Ivana Bentes

 

Museus Orgânicos: projeto extraordinário!

A casa e a vida como museus do mundo! Existe um Brasil! Basta a gente sair da nossa bolha cotidiana que se depara com gente inventando soluções, saídas, fabulações para um outro Brasil no meio da bad trip geral da nação. Não tem Temer, não tem nuvem tóxica que pare as invenções sociais de um fabulador com o Alemberg Quindins da Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Karirie seu projeto de casas-museus, casas-escolas, casas-centros de cultura. Desta vez, na minha ida a Juazeiro do Norte/Crato, encontrei Alemberg inventando os “museus orgânicos” que transforma as casas das pessoas em museus vivos, como os Pontos de Memória do Programa Cultura Viva, mas indo além. Agora é a casa/vida que vira um espaço de cultura coletivo, uma rede de casas orgânicas.

23517496_1698400750193288_196429618187871942_n

Alemberg Quindins e Ivana Bentes (Foto: Reprodução Facebook)

A ideia é extraordinária e está sendo viabilizada pela Fundação Casa Grande e Sesc Ceará, com Regina Pinho, uma rede de casas-museus de figuras da região que vão integrar o cotidiano de gente simples na história! As casas de artesãos, brincantes, benzedeiras, ferreiros viram museus e salas de aula abertas, geridos pelas próprias famílias. A sala da casa, a cozinha, os objetos, o quintal, tudo vira parte de uma narrativa contada pelos mestres e mestras da cultura oral, uma história simbólica e afetiva.

O projeto está em curso, criando uma rede infinita de prosas, entendimentos e uma rede de “Museus Orgânicos” por todo a região do Cariri, uma experiência inspiradora de turismo comunitário, uma saída econômica em que as próprias pessoas monetizam sua vida e existência!!!

O projeto é incrível e um entendimento profundo que as vidas são patrimônios e produzem linguagens, formas de ser, morar, processos complexos.

Toda vez que encontro Alemberg Quindins é isso, o cabra está no meio de um projeto fabuloso e inspirador! Aprender visitando a casa dos outros é uma ideia simples, barata e genial! #inovaçãocidadã

23561638_1698401683526528_194910785454999024_n

Ivana Bentes no Seminário Arte e Pensamento

P.S. Impressionante a força do SESC por esse Brasil das bordas e do interior: a 19ª edição da Mostra Sesc Cariri combina festa e formação pela região. Participei do debate sobre Arte e Pensamento no meio de mais de 10 shows com grupos de todo o Brasil, os conhecidos e os emergentes da música independente como as maravilhosas As Bahias e a Cozinha Mineira, os cearenses do Selvagens à Procura de Lei, os baianos de Vivendo do Ócio e a brasiliense Ellen Oléria e mais um sem número de atividades durante 4 dias.

Sangue da Cultura tem poder! #inovaçãocidadã  #sesccariri

Fonte: https://www.facebook.com/ivana.bentes/posts/1698773603489336

 

A Lenda do Beija Flor dia 18 de novembro em Nova Olinda

24101302578_01afeef9c7_o-1FOTO: Emanoella Callou
Neste dia 18 de novembro, as 19 horas, no teatro Violeta Arraes – engenho de Artes Cênicas, o grupo Retalhos e Fuxicos apresentam o musical “A lenda do Beija-Flor” para a comunidade de Nova Olinda, com entrada franca.
O grupo RETALHOS e FUXICOS foi formado em 2012 por estudantes, docentes e técnicos-administrativos da Universidade Federal do Cariri – UFCA. É vinculado ao Centro de Estudos Musicais do Cariri – CEMUC, ao curso de Música e à Pró-Reitoria de Cultura da UFCA.
A Lenda do Beija-Flor: o musical é um espetáculo infantil inédito, com músicas e texto de autoria de Márcio Mattos. O elenco é formado por estudantes e servidores da UFCA, com direção teatral de Cleiviane Vasconcelos e direção musical de Márcio Mattos.O espetáculo é resultado das atividades do projeto de cultura Laboratório Cênico-Musical, coordenado pelo professor Márcio Mattos.

Venham para o teatro assistir o espetáculo: A Julieta e o Romeu, durante a programação da Mostra Sesc Cariri de Culturas na Casa Grande!

Data: Segunda – 13/11

Horário: 19h

Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos

Local: Teatro Violeta Arraes Engenho de Artes Cênicas

Sinopse:

“…A renomada atriz Mafalda Mafalda e seu jovem estagiário orgulhosamente apresentam seu repertório de cenas clássicas do famoso escritor William Shakespeare. Mostrando as técnicas mais novas da atuação contemporânea, os dois brilham na interpretação dos personagens Julieta, Macbeth, o fantasma de Hamlet e outros. Em uma delicada e explosiva relação de amor, ódio, admiração e dependência, estes dois palhaços nos mostram que são deliciosamente inseparáveis…”

Uma realização da Mostra Sesc Cariri de Culturas em parceria com a Fundação Casa Grande

 Acesse a programação completa: http://mostrasescfcg.wixsite.com/casagrande/programacao

08

Atenção Criançada! Venham assistir o espetáculo: Tem Areia no Maiô, durante a programação da Mostra Sesc Cariri de Culturas na Casa Grande!

Data: Segunda – 13/11

Horário: 10h

Classificação: Livre

Local: Teatro Violeta Arraes Engenho de Artes Cênicas

Sinopse:

“Criado em 1992, este espetáculo tem uma longa carreira e faz parte do repertório do grupo. Percorreu diversas regiões do país em festivais e turnês. Em 2003 participou do Festival de Palhaças no Principado de Andorra e em Dezembro de 2008 do Clownin em Viena, Áustria e do Encontro de Palhaças de Brasília. Tem areia no maiô conta a história de quatro palhaças que resolvem ir à praia num belo domingo de sol. A trupe embarca num calhambeque rumo à Copacabana e a aventura começa com um pneu furado. Na praia As Marias fazem um strip-tease desfilando seus maiôs graciosos e divertidos. Enfrentam desastradamente, perigos no mar, chuvas de verão e claro, areia no maiô. Contam piadas, jogam frescobol, dançando coreografias ao som de Roberto Carlos, Elza Soares e Rita Pavone, entre outros.”

Uma realização da Mostra Sesc Cariri de Culturas em parceria com a Fundação Casa Grande

 Acesse a programação completa: http://mostrasescfcg.wixsite.com/casagrande/programacao

07

Você é o nosso convidado para assistir o espetáculo: Finita, durante a programação da Mostra Sesc Cariri de Culturas na Casa Grande!

Data: Domingo – 12/11

Horário: 19h

Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos

Local: Teatro Violeta Arraes Engenho de Artes Cênicas

Sinopse:

“Assim como indicado por seu nome – Finita lida com assuntos relativos à inexorabilidade da finitude e, com ela, reflete sobre a impossibilidade da continuidade das relações do modo como antes existiam. Esse trabalho começou a ser gestado em 2010. Reflexões sobre o tempo e o fim das coisas passam a ocupar os interesses da artista, resultando em um das questões disparadoras deste processo de criação; ou seja: Como falar do que não existe mais? Outra ocorrência também mobilizou a criação deste trabalho, quando, em 2011, numa parceria artística com o fotógrafo Renato Mangolin surgiu o vídeo-ensaio – Até Que Você Me Esqueça, para o festival – Atos de Fala. Nele, os interesses nas relações entre o existir e o não existir, a presença e a ausência são traduzidos pela ideia de filmar o reflexo e sombra. A ideia do reflexo foi abordada como “aquilo que se volta sobre si mesmo”, e essa “volta” é mais uma das ignições para a criação de Finita. Esta dança que nasce de questões autobiográficas, assunto que move a artista há algum tempo, promove um interessante trânsito entre suas experiências pessoais com importantes referências artísticas da dança e da música, que não existem mais do mesmo modo como existiam quando foram colocadas no mundo.”

Uma realização da Mostra Sesc Cariri de Culturas em parceria com a Fundação Casa Grande

 Acesse a programação completa: http://mostrasescfcg.wixsite.com/casagrande/programacao

06

Junta a criançada e vem ver o espetáculo: Cocô de Passarinho, durante a programação da Mostra Sesc Cariri de Culturas na Casa Grande!

Data: Domingo – 12/11

Horário: 10h

Classificação: Livre

Local: Teatro Violeta Arraes Engenho de Artes Cênicas

Sinopse:

“Premiado pelo APCA ? Melhor espetáculo de animação/bonecos e com 3 indicações ao Prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem (melhor cenário, melhor adaptação e melhor espetáculo infantil), a montagem conta a história dos poucos moradores de uma nova vila, que se encontram todos os dias na praça, mas não tem muito que falar. Suas vidas monótonas e sem perspectivas são transformadas por um problema que enfrentam todos os dias: o cocô que os passarinhos fazem em suas cabeças. Um dia um vendedor de flores passa pela cidade e uma situação inesperada transforma a vida de todos eles.”

Uma realização da Mostra Sesc Cariri de Culturas em parceria com a Fundação Casa Grande

 Acesse a programação completa: http://mostrasescfcg.wixsite.com/casagrande/programacao

05